Tiro na bola

Publicado em: 23/03/2005

A melhor historia do João Küerten, o homem que colocou o nome de Rádio JK e todos pensavam ser em homenagem a Juscelino Kubitschek   mas na verdade era a João Küerten mesmo, foi quando ele comentava um jogo do Hercílio Luz em Tubarão, seu time do coração e o arbitro de um pênalti que ele entendeu não existir.
Por Roberto Alves, de Florianópolis

Saiu da pista de onde transmitia, entrou em campo e foi até a marca do pênalti e deu um tiro na bola não permitindo a cobrança. O João era fantástico.

Tinha dificuldade em pronunciar nomes com a letra “éle”. Quando o Palmeiras jogou em Tubarão ele se deu mal. Toda a defesa tinha a letra indesejável. Olha como ele analisou: a defesa do Parmeira tem Vardir, Djarma Santos, Vardemar, Ardemar e Gerardo. Historias meu caro.

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *