Trabalhos acadêmicos

Publicado em: 17/08/2005

Hibakusha
A vida de um sobrevivente da bomba atômica de Nagasaki é relatada durante os oito minutos de “Hibakusha”. A reportagem, especialmente desenvolvida para veiculação em rádio, é um misto de realidade e relembranças do ocorrido no Japão, em agosto de 1945.
Por Graziele Dal-Bó e Janaína Meneghel

Um dos mais tristes casos registrados durante as duas Guerras Mundiais foi relatado em Trabalhos de Conclusão de Curso das jornalistas Graziele Dal-Bó e Janaína Meneghel: a queda das bombas atômicas de Hiroshima, em 6 de agosto de 1945, e de Nagasaki, em 9 de agosto do mesmo ano. Foram um documentário em rádio, um documentário em vídeo e uma Grande Reportagem. Os trabalhos contam a história de Kazumi Ogawa, de 75 anos, sobrevivente da bomba atômica de Nagasaki, que hoje vive em Frei Rogério, um pequeno município do Meio-Oeste de Santa Catarina, a 30 km de Curitibanos. Na época, ele era um jovem de apenas 16 anos e salvou-se graças a um atraso que o fez perder a embarcação que pegava todos os dias para o trabalho. Durante um ano e meio, através de viagens a Frei Rogério, as jornalistas puderam conviver com a família.
 
O professor Mário Pereira comentou uma vez, em aula, que havia sobreviventes das bombas atômicas que viviam em Santa Catarina. Isso daria, segundo ele, bons trabalhos de conclusão de curso. Resolvemos, então, apostar na idéia e o resultado foram três trabalhos sobre o tema. Na Unisul, precisamos fazer um projeto de rádio, um de TV e um impresso para nos formar, além da monografia. Contamos com a ajuda do cineasta Eduardo Paredes, que nos informou os números de contato da família Ogawa.
 
O primeiro contato foi meio tímido, afinal, é fato que os japoneses são muito introspectivos, mas nem por isso, menos hospitaleiros. Gostamos tanto do primeiro projeto (de rádio) que investimos nosso tempo (e nosso dinheiro também, afinal são 430 km que separam Frei Rogério de Florianópolis) na idéia. Produzimos, também, um documentário em vídeo e uma Grande Reportagem que pretendemos, quem sabe, transformar em algum tipo de publicação.

Ouça aqui o áudio do programa de rádio

Serviço

Projeto experimental do curso de Jornalismo da Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul), produzido durante o 6º semestre letivo por Graziele Dal-Bó e Janaína Meneghel, sob a orientação do professor Gonzalo Pereira.

Sinopse: A vida de um sobrevivente da bomba atômica de Nagasaki é relatada durante os oito minutos de “Hibakusha”. A reportagem, especialmente desenvolvida para veiculação em rádio, é um misto de realidade e relembranças do ocorrido no Japão, em 1945.

A idéia: Tudo surgiu com a necessidade de se trabalhar em três projetos experimentais de final de curso. Era necessário definir um tema e desenvolvê-lo de forma jornalística. Informações sobre um sobrevivente da bomba atômica vivendo em Santa Catarina e a leitura do livro “Hiroshima”, de John Hersey, contribuíram para a realização dos projetos. O primeiro deles foi voltado para o rádio, seguido por grandes reportagens em vídeo e mídia impressa.

Nota: O texto completo do projeto foi cedido ao acervo do banco de dados do Instituto Caros Ouvintes de Estudo e Pesquisa de Mídia, pelas autoras. Os interessados poderão solicitar a íntegra do trabalho cadastrando-se no Área Exclusiva, na capa do site.


{moscomment}

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *