Trajetória da Gessy Lever na produção de radionovelas

Publicado em: 16/03/2008

Apesar de já estar envolvida com o rádio há muito tempo, a Lever só vai apostar nos radiodramas a partir de 1951, dez anos depois da transmissão da primeira novela no Brasil : Em Busca da Felicidade. Por Ricardo Medeiros

Em Florianópolis, a trajetória da empresa no patrocínio de folhetins na Rádio Diário da Manhã (RDM) começou ainda quando a organização anglo-holandesa se denominava apenas Lever. Nos anos 1950, sob os auspícios da especialista em produtos de limpeza e toalete, foi ao ar a novela A Grande Mentira, gravada em disco de acetato, e apenas retransmitida pela RDM, uma prática comum da empresa internacional que só aceitaria ter textos encenados pelo cast da emissora de Florianópolis a partir dos anos 1960. No Grande Teatro Lever, porém, a maioria dos textos publicitários eram lidos pelos locutores locais, como o da Pasta Lever, que tempos mais tarde passou a se chamar Creme Dental Lever.
Durante os espaços exclusivos da Lever, o público também era contemplado com um comercial do Sabonete Lever, que falava das maravilhas que era esse produto para a pele da dona de casa e toda família brasileira. Para se ter uma idéia transcrevemos um spot do sabonete, que como de hábito evocava um artista de Hollywood. Este comercial tinha ao fundo uma canção de Bing Crosby :
«  Locutor : A voz de Bing Crosby nos faz recordar o filme “O Penúlltimo Desejo”, Onde ele aparecia ao lado da deliciosa Kitty Kalayle.// Kitty também é fã do sabonete Lever e disse isso sobre o sabonete das estrelas:
Voz feminina : A fina espuma do sabonete Lever dá maciez e beleza à minha pele.
Locutor : E nisso reside o segredo de beleza de Hollywood, que é limpar a pele diariamente com sabonete Lever. Faça como nove entre dez estrelas.
Entregue sua cútis à espuma cremosa e perfumada do sabonete Lever. É econômico e sua cútis fica mais suave, mais bonita, deslumbrante como nunca. Sabonete Lever » .
Na próxima semana você vai acompanhar : nos anos 1980, a agência de publicidade da Gessy Lever, Lintas, começa a remodelar a produção das ficções.
 


{moscomment}

1 responder
  1. Mauricio de Oliveira Rodrigues says:

    As Indústrias Gessy Lever? ainda produzem radionovelas? Tenho uma Webradio, gostaria de saber se a empresa ainda distribui as radionovelas antigas ,pois gostaria de apresentá-las na minha rádio. Obrigado. Abraços!

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *