TV digital, uma nova era? 01

Publicado em: 01/03/2008

A pergunta tanto pode vir de um leigo, como de um profissional da área técnica. Pode vir também de um empresário ou profissional de comunicação, como ainda pode vir do mercado ou mesmo de um investidor. O tema continua nebuloso para a maioria dos interessados.
Da Redação

Esta matéria tem como fonte a entrevista concedida pelo engenheiro Luiz Rosa dos Reis à revista Flash Vip de Chapecó, edição dezembro / janeiro 2008.
O que determinou a implantação da TV digital no Brasil?
A televisão analógica da forma como está disponibilizada a todos os que possuem receptores de televisão, sem que tenham que pagar pela recepção, estava perdendo audiência em razão de novas formas de transmissão de sinais de TV e de novos equipamentos de reprodução de áudio e vídeo. Com o cinema, por exemplo, tornou-se flagrante a diferença de qualidade quando se assiste a um filme se comparado com transmitido pelas emissoras de TV.
Posteriormente veio o reprodutor de DVD tornando o acesso do usuário mais fácil a filmes, musicais etc.,com  melhor qualidade que o transmitido pelas TVs, principalmente pelas interferências que sofrem os sinais analógicos atuais, responsáveis por grande parte da má qualidade do sinal recebido.
Também surgiram outras formas de recepção de televisão como as propiciadas pelas TVs fechadas (TVs transmitidas por cabo, por satélite etc.), aonde o usuário paga pela recepção. Com essas, além da melhor qualidade de imagem surgiu a possibilidade de uma maior oferta de canais e conseqüentemente de programação, não só de televisão, mas também de rádio.
Com o advento da internet e com a possibilidade de se receber sinais de áudio e vídeo em computadores, grande parte do público até então fiel às programações de televisão, estão migrando para essa rede. Com a tecnologia digital a televisão aberta estará em condições técnicas para concorrer com todas essas mídias mais recentes.
Quando, como e onde ela surgiu?
Embora alguns experimentos com televisão de alta definição, um dos benefícios disponibilizados quando da implantação da televisão digital, tenham sido desenvolvidos pelo Japão na década de 70 e em alguns países Europeus na década de 80, podemos dizer que a primeira transmissão de televisão digital aberta, pelas emissoras de televisão, foi nos Estados Unidos no ano de 2002.
Na minha visão, além das razões anteriormente expostas, a televisão digital surgiu como uma ferramenta necessária para resolver um problema próprio do continente Europeu, aonde expressivos países como França, Espanha, Portugal, Itália, etc., com diversidade de línguas e costumes; estão localizados em espaços territoriais menores que muitos estados brasileiros, com limites territoriais entre si, que certamente eram ultrapassados pelos sinais de televisão analógicos, uma vez que estes, senão limitados por um órgão internacional conjunto, invadiam espaços territoriais vizinhos, causando além dos problemas referentes aos costumes e línguas, interferências prejudiciais, que não permitiam uma recepção de televisão aberta de qualidade. Imaginem por exemplo a instalação de uma estação de televisão analógica em uma cidade como Foz do Iguaçu/PR, senão dimensionada adequadamente ela invadirá o Paraguai, com programação Brasileira. Para que isso não ocorra, teríamos que limitar as transmissões e ao fazer isso, corria-se o risco de não cobrir adequadamente toda a localidade de Foz do Iguaçu.
Com a televisão digital, o dimensionamento do nível necessário à cobertura adequada de uma determinada região, sem invadir outra se torna mais fácil e garantida o que não é possível com o analógico.
Nos Estados Unidos, as razões que levaram à televisão digital terrestre aberta, foram mais mercadológicas.
Continua na próxima semana.
 


{moscomment}

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *