TV por assinatura cresce mais de 10% ao ano

Publicado em: 08/08/2014

MILTON – Bom dia, Ethevaldo, como vai?

ETHEVALDO: Bom dia, Milton, bom dia, ouvintes. Tudo ótimo.

MILTON – Ethevaldo, você tem dados atualizados sobre a TV por assinatura no Brasil?

ETHEVALDO: É um setor em expansão, Milton. Vários fatores aceleram esse crescimento. Um desses fatores é o desejo de muitos cidadãos em busca da diversidade de conteúdo. Outro fator é a evolução tecnológica, que oferece imagens digitais e de alta definição com maior qualidade do que há uma década.

MILTON – Qual é o número atual de assinantes dessa TV?

ETHEVALDO: A TV por assinatura está presente em 19 milhões de domicílios do Brasil, segundo dados de maio – o que representa um crescimento de mais de 10% sobre o mês de junho de 2013.

E a previsão de Oscar Simões, presidente da ABTA – a Associação Brasileira de TV por Assinatura, é de que o Brasil quebre a barreira dos 20 milhões de assinantes da TV paga.

E eu tenho uma boa notícia para os profissionais dessa área, Milton.

MILTON – Qual é essa notícia?

ETHEVALDO: É a realização de amanhã a quinta-feira da Feira e Congresso ABTA, no Centro de Exposições Transamérica, em São Paulo. É o maior evento de TV por assinatura e banda larga do País e o único que reúne os principais operadores de TV por assinatura, banda larga, empresas de telecomunicações, produtores e programadoras de conteúdo, empresas de tecnologia e provedores de internet para debater as pautas urgentes do setor.

A feira reunirá mais de uma centena de expositores. E abertura do evento contará a presença do ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, e do presidente da Anatel, João Rezende.

MILTON – E qual é o foco do Congresso?

ETHEVALDO: O foco principal do Congresso da ABTA é a inovação tecnológica nos serviços de vídeo, com destaque para as novas tecnologias e as soluções de distribuição de conteúdo como vídeo sob demanda (Video on Demand), IPTV, publicidade, satélites e TI.
Haverá ainda painéis e debates sobre mercado, regulação, novas tecnologias e tendências.

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *