UM SERVIÇO PELO AR

Publicado em: 19/03/2007

Todas as sextas-feiras, um grupo de juízes de Tubarão se reúne para participar de um programa de rádio que tem ajudado a população a se orientar e buscar solução para os mais variados problemas.
Por Marcelo Becker*

Durante uma hora e meia, o Rádio Justiça, que vai ao ar pela da Rádio Tubá, vira um tribunal informal, onde os magistrados recebem questionamentos através de telefonemas ao vivo e o público acompanha os esclarecimentos pelo rádio sem precisar sair de casa.


Grupo de Juízes
Foto: Marcelo Becker, especial/DC

De acordo com o apresentador do programa, Geraldo Salvador (na foto, ao fundo), a idéia de reunir os juízes surgiu há dois anos.
– Os ouvintes faziam algumas perguntas e nós as encaminhávamos aos magistrados para, no outro dia, apresentar as respostas. Foi quando o juiz Paulo Brusque sugeriu que alguns colegas se reunissem na rádio para um programa de esclarecimentos sobre os problemas da comunidade – conta.
Assim, às 10h de toda sexta-feira, Salvador recebe os convidados que comandam as varas Civil, Criminal, Justiça Federal e Justiça Trabalhista da Comarca de Tubarão. Teve programas em que oito juízes compareceram para ajudar os ouvintes, que, sem precisar se identificar ao telefone, expõem seus problemas.
No Rádio Justiça aparece de tudo um pouco: desde questões envolvendo heranças de famílias até demissões em empresas, divórcios, adoções, Previdência Social, aposentadoria e problemas de negociações de imóveis ou veículos.
Para o juiz federal Mauro Sbaraini (à direita na foto), o programa na rádio aproxima os magistrados da comunidade.
– Muitas vezes estamos trabalhando nos gabinetes e as pessoas não têm acesso a nós. As explicações são fundamentais para que elas se orientem diante dos problemas.
O juiz Ricardo Kock Nunes (à esquerda na foto) acredita que o conselho para um único ouvinte serve de parâmetro para outros.
– Algumas pessoas têm problemas semelhantes e uma breve explicação de certos procedimentos ajuda bastante. O importante é que ajudamos a comunidade – observa.
*DC 15/03/2007. Um serviço pelo ar. Marcelo Becker – Tubarão.
([email protected])


{moscomment}

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *