Uma gota de xixi

Publicado em: 28/06/2005

Nada enlouquece tanto uma mulher quanto xixi masculino no assento do vaso sanitário. Nem precisa molhar muito, basta uma mísera gota levemente amarelada, daquele líquido corpóreo, para a mulher ser possuída por uma legião de demônios e perder completamente a compostura e a capacidade de raciocínio.
Por Léo Saballa

Com a jugular saltada, os olhos vidrados e a boca seca, a mulher se transforma numa pavorosa criatura que grita palavrões impublicáveis. Não basta ofender. É necessário humilhar. Nestes momentos, ela exala um cheiro insuportável de enxofre e seria capaz de matar a mordidas o descuidado mijão. É preciso muita calma nesta hora.

Claro que homem nenhum vai batizar o assento de forma premeditada, só para ver a mulher espumar de raiva. Para que as mulheres possam entender melhor, funciona assim: a urina é expelida em jato contínuo, com direcionamento manual. Geralmente o último pingo é o que sai da rota, desgarrado do fluxo e atraído pela força da gravidade. Ainda não inventaram nenhum equipamento de precisão que canalize, depositando todo o líquido no interior do vaso sanitário, que diga-se de passagem, tem a boca pequena e é muito baixo. Quer dizer, nem mesmo um campeão mundial de tiro ao alvo consegue, na distância de um metro, acertar o tempo inteiro.

Seria interessante que os estudiosos da mente humana se aprofundassem mais nas causas desse fenômeno que em questão de segundos vira do avesso a gentil alma feminina. Pode ser que a mulher instintivamente leve a sério aquela história de demarcar território, temendo que a urina do macho limite a sua área de circulação. Bobagem, a mulher tem trânsito livre no nosso universo e a urina pós-moderna serve apenas para eliminar as toxinas e liberar espaço para mais uma cerveja.

Penso que a mulher exagera quando reage com desequilíbrio. Não há nenhuma inundação nojenta. Ela poderia simplesmente passar um lencinho umedecido naquela minúscula gotinha e procurar se divertir com as diferenças anatômicas. Mesmo porque, não acredito que algum homem vá surtar só porque a mulher esquece na cama, bolas de algodão com cheiro de acetona, lâminas de depilação, lixas usadas, vidros de cremes e esmaltes, alicates e tesouras, que mancham e cortam, prejudicando muito mais que uma inofensiva gotinha de xixi.


{moscomment}

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *