Vai rolar o carnaval

Publicado em: 03/02/2005

A nova corte de momo foi definida no último dia 28 de janeiro no Largo da Alfândega. Na oportunidade foram apontadas a Rainha, a Primeira Princesa e Segunda Princesa.
Por Ricardo Medeiros, da Passarela

Por ordem, elas representam as escolas de samba Copa Lord, Consulado do Samba e Coloninha. As eleitas deverão assumir todos os compromissos estabelecidos na programacão oficial do carnaval de Florianópolis, juntamente com o Rei Momo vitalício Hernani Hulk.

RAINHA

Carolina dos Passos, a Carol, conseguiu ser a sucessora de Thaís Rodrigues ao concorrer com mais 11 garotas. Florianopolitana, a majestade da festa de Momo nasceu no dia 10 de dezembro de 1987. Aos 17 anos, Carolina tem 1m80cm de altura e pesa 60 quilos. Com 89cm de busto e 95cm de quadril, esta sagitariana representa na corte do carnaval a Escola de Samba Embaixada Copa Lord.

Carolina dos Passos saiu pela primeira vez na Avenida no ano de 2000, quando tinha ainda 11 anos. Naquela época a morena desfilou na ala das crianças da amarelo, vermelho e branco. No ano passado, ela compôs o grupo das 18 musas dos 50 anos da Copa Lord, uma alusão aos títulos de campeã da agremiação. Em dezembro de 2004, Carol foi eleita a Rainha da escola sendo consequentemente indicada para representar a entidade no Concurso Rainha do Carnaval de Florianópolis.

Para se preparar para a competição, ela contou com a ajuda do Cidadão e Cidadã Samba Adílson Coelho e Jaqueline Aranha. Gerente da Academia de Esportes Angelo Zandonai, Adílson Coelho diariamente ministrava aulas de aeróbica, condicionamento físico e de musculação para a futura Rainha. Da sua parte, Jaqueline Aranha se ocupava de Carol dando-lhe orientações em relação a passos de dança e postura.

Carolina dos Passos é filha de Marco Aurélio dos Passos, defensor da Protegidos da Princesa, e de Luiza Angélica Rosa, que é torcedora da Copa Lord. A Rainha da Alegria 2005 tem 4 irmãos, sendo um pelo lado paterno e três pelo materno.

A majestade, de olhos e cabelos castanhos, vai cursar o segundo ano do segundo grau no Instituto Estadual de Educação. Mais tarde, ela quer fazer os cursos de Massoterapia e de Fisioterapia.

PRIMEIRA PRINCESA

Aos 25 anos, Tânia de Souza Rodrigues, a Primeira Princesa do Carnaval, representa a Escola Consulado do Samba. Nascida em Curitiba, no dia 10 de janeiro de 1980, a capricorniana tem 1m70cm de altura e 61 quilos. Esta mulata mede 88cm de busto e 94cm de quadril, tendo olhos e cabelos pretos.

No ano de 1996, Tânia Rodrigues sagrou-se Miss Negra Santa Catarina e em 199 tornou-se Miss Blumenau, num concurso em que era a única representante da raça negra. No ano de 2001, a Primeira Princesa do Carnaval teve um pôster e cinco fotos estampados na revista Playboy.
Aos 6 anos de idade, ela deixou a sua terra natal para vir para Blumenau, onde ainda moram seus 4 irmãos. Na capital, Tânia Rodrigues reside desde 2000, atuando como recepcionista e modelo da Agência Mega.

SEGUNDA PRINCESA

Bianca Elaine da Silva também tem 25 anos. Ela é Florianopolitana, tendo nascida no dia 24 de setembro de 1979. Com 59 quilos e 1m68cm de altura, possui ainda como medidas 85cm de busto e 95cm de quadril. Esta mulata acumula dois títulos este ano: o de Rainha da Unidos da Coloninha e o de Segunda Princesa do Carnaval de Florianópolis, competição da qual ela havia participado em 1998.

Com 8 anos de idade, já desfilava na ala mirim da Unidos da Coloninha, para posteriormente pisar na passarela como membro da ala dos passistas e componente da comissão de frente da agremiação do Continente.

A mãe da Bianca, Lúcia Helena da Silva, foi chefe da ala das baianas da Coloninha. Já o pai, Walter Hipólito da Silva, apesar de não desfilar na Nego Quirido é muito ligado em música. Ele é contrabaixista, atuando por muitos anos no Grupo AlaKêto de Florianópolis.
Vinda de uma família de três filhos, Bianca da Silva é formada em pedagogia. Especialista em Educação Infantil e em Séries Iniciais, a integrante da corte de momo dá aulas no Colégio Alpha Objetivo Junior para crianças de 2 a 3 anos. Quando não está no trabalho ou caindo no samba, Bianca pratica sandboard nas areias da Joaquina ou de Ingleses.
 
REI MOMO COMPLETA 19 ANOS DE FOLIA

Há quase duas décadas Hernani Luís Barbosa divide-se entre duas profissões diferentes. Durante 11 meses do ano atua na fiscalização da rede telefônica de Blumenau e região, mas, não abre mão de passar os 30 dias de férias a que tem direito trabalhando no que mais gosta, em Florianópolis. Seguindo uma tradição que exige simpatia, fôlego e muitos quilos de pura alegria, o técnico em telefonia incorpora o personagem mais querido do carnaval da cidade: o Rei Momo Hernani Hulk. Com 1,92m de altura, 136 centímetros de cintura e média de 140 quilos, o comandante da folia se diz pronto para animar a maior festa popular da capital catarinense.

O gosto pelo mundo do samba começou ainda garoto, aos 15 anos, quando veio para Florianópolis, e passou a brincar nos blocos de sujo vestido de mulher. Percorrendo as ruas centrais na pele da Viúva Porcina, da cantora Carmem Miranda ou da germânica Frida, Hernani descobriu o gosto pela alegre profissão. Outra paixão é o Eldorado Futebol Clube, de Palhoça. Nos finais de semana, quando vem ficar com a família, no município vizinho, não dispensa uma pelada, onde atua como treinador do time e torcedor fanático.

Natural de Blumenau, nascido em 28 de setembro de 1954, Hulk é pai de Hernani Luís Barbosa Júnior, Wilson Cardoso Barbosa, Emilene e Emiliane Barbosa, fruto do casamento de 29 anos com Emília Maria Barbosa. O curioso é que apesar de viver quase três décadas com um assíduo folião, Emília não gosta de carnaval.

Mas, o gosto pela festa carnavalesca é apenas um dos contrastes do casal, que é a prova viva da teoria de que os opostos se atraem. Ao contrário do marido, Emília tem apenas 46 quilos e 1,52m de altura o que, segundo Hulk, não atrapalha em nada a relação. “Apesar de não gostar de carnaval, ela é a minha grande incentivadora. É quem arruma minhas roupas e cuida de mim. É uma companheira maravilhosa”, fala emocionado.

VITÓRIAS DO REI

O ingresso de Hulk na Corte de Momo aconteceu em 1987, quando por incentivo dos colegas da Embaixada Copa Lord, concorreu, em 1986, à vaga de Príncipe Regente – uma espécie de auxiliar do Rei Momo Lagartixa. Na ocasião, ele competiu com mais cinco candidatos: Marcelo Pontes, 130 quilos; Ademar Antero da Silva , o Maca, 104 quilos; Antônio Pereira, o Catarina, 122 quilos; Heraldo Wagner, 110 quilos; e Sérgio Ricardo Caldeira, 140 quilos. O título ficou com o alemão de Blumenau, como também era conhecido. No ano seguinte, como Lagartixa adoeceu, Hernani Hulk assumiu de vez o reinado.

Em 1992 a coroa de Rei Momo do carnaval esteve em disputa novamente. O Largo da Catedral, com cerca de duas mil pessoas, foi o espaço onde se realizou a competição que reuniu, além de Hulk, Kurt Heeschen, 152 quilos, e Wagner Carmo, 146 quilos. O júri popular escolheu pela segunda vez o bonachão Hulk.

Na terceira vitória como Rei Momo de Florianópolis, em 1999, Hernani Hulk deixou para trás os pesos pesados Alvaci Abdias Xavier, o Gasparzinho, 105 quilos; Amauri Emílio Pires, o Quirido, 109,5 quilos; Carlos Alberto Vieira, o Chocolate, 130 quilos; Eliseu Porto, 149,5 quilos; Ernandes Vítor Pereira, 124,5 quilos; Hederson Rafael de Lima Roque, 132 quilos; Jomar Nunes da Silva, 149,5 quilos; José Acácio dos Santos, o Pepe, 116 quilos; Marcelo Pontes, o Bola, 182 quilos; Paulo Eduardo Silva, 168 quilos; e Paulo Roberto Mazzola Júnior, 110 quilos.
Aos 50 anos de idade, na bagagem de títulos Hulk tem ainda o de Rei Momo do Brasil, eleição de 1990, em evento promovido pela Secretaria de Turismo de Florianópolis. Disputou a competição com os monarcas das cidades de São Paulo, Curitiba, Santos, Campinas, Rio de Janeiro, Vitória do Espírito Santo, Porto Alegre e Pelotas.

Em 2001, a coroa de Hulk foi novamente disputada em Florianópolis. Três candidatos estavam no páreo: Carlos Alberto Teixeira, com 43 anos e 118,6 quilos, apelidado de “Paiaco”; Carlos Alberto Vieira, conhecido como “Chocolate”, com 35 anos e 128,8 quilos,”. O último concorrente era Eurimar Gomes de Araújo, o “Fausto”, com 38 anos e 132,7 quilos. No concurso, realizado no Largo da Alfândega, Hulk venceu mais uma vez.

Em 2003, a Comissão do Carnaval decidiu cancelar o concurso que estava marcado para escolha de um novo comandante da folia, declarando Hernani Hulk como Rei Momo Vitalício do Carnaval de Florianópolis, dando-lhe o direito de ficar no trono enquanto tiver saúde e vontade de conduzir a folia na capital catarinense.

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *