ZYK-9! Aqui Rádio Difusora Itajaí – 01

Publicado em: 19/08/2007

Estou pra falar nos meus tempos de Itajaí e do trabalho como diretor de Broadcasting – era assim que se dizia para identificar os responsáveis pela direção de programação de uma emissora – há mais de dez anos.

Não sei porque não falava, até que o Wolff me cobrou “Você esqueceu de falar na Difusora no seu currículo”. Pois é, é verdade. Milton Wolff Júnior em 1960 era um garotinho acanhado que mal conheci. Mas, ele faz parte das minhas agradáveis lembranças daquela época por ser filho de uma doçura de gente que sempre foi a Dona Aída, secretária e segunda mãe do Silveira Júnior.

Silveira Júnior era secretário da Diretoria do Banco INCO e se reportava diretamente ao presidente Genésio Miranda Lins. O banco pertencia às famílias Borhausen e Miranda Lins. Seu Irineu cuidava da política e seu Genésio do banco. Quando a Rádio Difusora foi colocada à venda coube ao seu Genésio cuidar do negócio. Silveira Júnior, por ser jornalista e se relacionar com facilidade com a imprensa local foi encarregado de dirigir a transferência de comando na emissora e de desenvolver um plano básico de atuação para a “nova Rádio Difusora”.

Silveira juntamente com Dagoberto Nogueira, ex-concessionário e Adolfo de Oliveira Júnior, diretor técnico definiram o que deveria ser feito na parte técnica. Em seguida tratou de montar a equipe de direção operacional de programação e jornalismo.

Quando perguntei ao Silveira o que fizera ele me escolher para direção  da emissora ele respondeu simplesmente: “eu já conheço o teu trabalho na Diário da Manhã, conversei com a direção e alguns colegas teus e não tive mais dúvidas, tu estás a altura do que precisamos para fazer a melhor rádio de Santa Catarina”.

Quando eu começo, indaguei.

A Diário vai dispensar o teu aviso prévio. Trata de conversar com a tua mulher e prepara a mudança.

Agradeci, nos despedimos. Fui direto pra casa. A cabeça era um dínamo em altíssima rotação. Eu precisava de um colinho e a Preta estava lá.

Até semana que vem.


{moscomment}

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *