Entries by Ricardo Medeiros

Atores de teatro vão para o rádio

A exemplo do que havia acontecido em 1981 (ler artigo anterior sobre o assunto), no ano de 1983 há uma nova reformulação no campo cênico radiofônico da Gessy Lever. Por Ricardo Medeiros Ricardo MedeirosDoutor em Rádio pelo Departamento de História da Université du Maine (Le Mans, França). Radialista, jornalista, escritor e professor de rádio do […]

Áudio da TV no rádio: uma aberração

Aqui em Florianópolis fiquei estarrecido dia desses. Ao ligar o rádio na CBN Diário ouvi algo que não queria. Entrou uma propaganda com áudio de televisão. Aquele material que é feito para a TV, mas que também é estendido para outro veículo, neste caso, o rádio. Como se isso fosse possível, como se isso fosse […]

Gessy Lever muda a tática na produção e distribuição de radionovelas

Passado o período de transmissão dos folhetins eletrônicos da Gessy Lever na Rádio Diário Manhã (1950-1970) de Florianópolis, a multinacional continua a produção dos radiodramas até o início da década de 1990. Ricardo MedeirosDoutor em Rádio pelo Departamento de História da Université du Maine (Le Mans, França). Radialista, jornalista, escritor e professor de rádio do […]

Trajetória da Gessy Lever na produção de radionovelas

Apesar de já estar envolvida com o rádio há muito tempo, a Lever só vai apostar nos radiodramas a partir de 1951, dez anos depois da transmissão da primeira novela no Brasil : Em Busca da Felicidade. Por Ricardo Medeiros Ricardo MedeirosDoutor em Rádio pelo Departamento de História da Université du Maine (Le Mans, França). Radialista, […]

Será que é tão difícil fazer uma matéria diferente?

Os alunos de radiojornalismo da Faculdade Estácio de Sá de Santa Catarina estão em polvorosa. A dúvida é: será que eu consigo fazer uma matéria diferente? A minha resposta é a de sempre: consegue. Por Ricardo Medeiros A minha proposta no início deste semestre é que os estudantes de Rádio II façam uma matéria entre […]

O golpe da entrevista

Esse fato aconteceu numa cidade do interior de São Paulo. Um dia alguém marca uma entrevista com o Secretário de Obras da Prefeitura. Seria uma entrevista para televisão sobre investimentos nos bairros. Por Ricardo Medeiros Esse alguém se intitula jornalista. Na hora da entrevista não traz microfone, não traz câmera. Mas traz uma proposta financeira. […]

Onde andam os sons e ruídos das matérias de rádio?

O ano letivo começou na Faculdade Estácio de Sá de Santa Catarina.  Propus para os alunos da disciplina de Radiojornalismo II a produção de matérias especiais. Isto é, que cada aluno elabore uma matéria especial que vá além do uso da voz e da palavra. Por Ricardo Medeiros O objetivo é dar o máximo de […]

Dramalhão vende creme dental, talco e sabonete

Até os anos 1960, as inserções dos comerciais em novela de rádio eram em número de três, cabendo única e exclusivamente ao patrocinador decidir a melhor forma de ocupar o espaço. Ricardo MedeirosDoutor em Rádio pelo Departamento de História da Université du Maine (Le Mans, França). Radialista, jornalista, escritor e professor de rádio do curso […]

Spot em radionovelas

Paralelo ao jingle, o spot também era utilizado como peça de áudio em publicidade para anunciar, por exemplo, nos anos 1960 na Rádio Diário da Manhã de Florianópolis, o Sabonete Lever, Sabonete Palmolive, Talco Palmolive e Creme Dental Colgate. Por Ricardo Medeiros  Neste tipo de mensagem destaca-se a voz do locutor que « torna sensível […]

Um jingle para seduzir

Jingle é definido como uma peça publicitária de curta duração, com variação entre 10 e 60 segundos, tendo em seu conteúdo música instrumental e cantada, além de locução. Por Ricardo Medeiros Normalmente ele encerra com a assinatura do produto, ou seja, com o chamado ponto alto da melodia que faz alusão a uma sentença, a […]