Está Perdoado

Publicado em: 27/04/2005

O padre Bertino Webber, um dos mais conhecidos e respeitados religiosos de Joinville, apresenta desde os anos 70, na Rádio Cultura de Joinville, diariamente, às seis horas da manhã, o momento em louvor à Virgem Maria.
Por Léo SaballaAcabou proporcionando um dos fatos mais engraçados na história do rádio catarinense.

Ainda hoje, muita gente ora com ele todas as manhãs. Depois de uma mensagem de otimismo onde pede bênção nominalmente para diversos párocos, o padre encerra os seus poucos minutos rezando a Oração da Ave Maria, com fundo musical apropriado, na voz de um belo coral infantil. A interpretação do padre é carregada de emoção, arrancando lágrimas de alguns fiéis mais religiosos.

Certa manhã, o operador de som João Rossi, veterano na sonoplastia, não percebeu que o volume da música de fundo (o coral infantil), estava exageradamente alto. O Padre Bertino com o fone no ouvido, não conseguia concentrar-se na prece e muito menos ouvir o retorno da sua voz. Tentava desesperadamente chamar a atenção do operador, que estava de costas para ele, mexendo nos discos da programação que seriam usados naquela manhã. Quando Rossi virou-se na direção do estúdio, viu o Padre, aflito, rezando e ao mesmo tempo fazendo gestos repetidos com a mão direita, pedindo para baixar o volume da música. O operador, que não soube interpretar a mensagem, para espanto do padre, ajoelhou-se, fechou os olhos e, de mãos postas, passou a rezar também a Oração da Ave Maria.


 {moscomment}

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *