Ouça o Programa As Vozes do Seqüestro

Publicado em: 10/08/2008

Após longo período em repouso, devido a uma tuberculose, retorno às minhas atividades. Na Faculdade Estácio de Sá de Santa Catarina, onde leciono, conversei com os alunos de Radiojornalismo I sobre o programa As Vozes do Seqüestro, transmitido pelo Rádio Caracol AM, da Colômbia.

Inclusive, recentemente, o programa, dedicado a dar espaço para o drama dos seqüestrados pelas Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), foi tema do Caros Ouvintes.  

Com os meus alunos da terceira fase de Jornalismo fiz uma reflexão a respeito da importância de As Vozes do Seqüestro que coloca no ar todo domingo a palavra amiga de parentes, amigos e conhecidos dos reféns das Farc. São vozes , por exemplo, de um pai, de uma mãe, de um filho ou de uma filha, que incentivam aqueles que estão no cativeiro a lutar pela vida, a resistir ao desânimo, ao cansaço, aos maus tratos. O programa é transmitido da meia noite às seis da manhã e tem como apresentador o jornalista Herbin Hoyos, criador desta atração radiofônica na década de 1990.

A franco-colombiana Ingrid Betancourt, libertada em julho deste ano, juntamente com outros 14 reféns, chama Herbin Hoyos de “um amigo para toda vida”. A ex-senadora, que ficou nas mãos das Farc durante seis anos, disse que As Vozes do Seqüestro , através do seu apresentador, fez com que ela afastasse o pensamento de um dia cometer suicídio. 

Ouvido na selva colombiana pelos seqüestrados e seqüestradores, o programa aborda ainda os problemas políticos do país sul americano, assim como do mundo. Fala também sobre tráfico de menores e pessoas desaparecidas. É o rádio prestando  serviço e informação.

O programa “Las Vocês del Secuestro, com Herbin Hoyos”, pode ser ouvido facilmente na internet através do endereço:
http://www.caracol.com.co/programas.aspx.

No entanto é difícil sintonia através das ondas curtas. Vale a pena tentar pelo menos buscar a freqüência da emissora em 5960 Khz.

herbinhoyos.jpg
Herbin Hoyos- criador e apresentador de As Vozes do Seqüestro

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *